Gosto e não sei explicar.

29 maio 2009

Hoje, preguiça. Correria morta é moooorta.

Tem uma música duma banda que chama Cake, eu simplesmente gosto, não sei explicar o porquê. Chama Frank Sinatra e eu nunca procurei entender a letra, apesar de ter aprendido a cantar quase toda só de ouvir a música diversas vezes. Vou procurar o videozinho no Youtube. (Cake é mais do que a banda que fez aquela versão pop de “I Will Survive”)

Agora, uma do Garbage. Eu tenho uma relação de amor e ódio com essa banda. Primeira música que ouvi foi “Push It”, gostava do clipe. Depois veio a descartável “I Think I’m Paranoid”. E aí ouvi “Special”, cujo clipe é toscamente engraçado. Então esqueci da banda. Lá por 2000 e tantos é que fui ouvir de novo, mas detestei as músicas. “Cherry Lips” é detestável. “Androginy” também. Mas ultimamente me lembrei da “Special”, e tenho ouvido bastante. O problema do Garbage é o mesmo do Guns and Roses, quando uma música começa a ficar 100% boa eles colocam uma parte NADA A VER. Como na “Special”, aquela parte “I’m Looking for You“, totalmente desnecessária. Vai aí o vídeo tosco que inspirou a corrida do Star Wars Episódio I (veio antes, mas é mentira).

Continue lendo »

Anúncios

No Rest for the Weekend.

25 maio 2009

Eu sempre quis fazer esse trocadilho.

Huahuahua!

Os fins de semana estão sendo rápidos e rasteiros. Me diverti, claro, mas não posso dizer que descansei. E pro próximo final de semana uma decisão que tenho de tomar. Vou ou não ao show do Angra em GV?

Eu preciso me colocar nos trilhos, pra poder me formar. Tenho um trabalho pra apresentar sobre o livro “Cibercultura”, que ainda nem peguei com o professor. Vou precisar dar uma aula inteira sobre o livro, pra uma turma que não me conhece e possivelmente vai me respeitar silenciosa e tediosamente.

Um domingo de descanso talvez seria ótimo pra mim. Sinceramente? Queria muito ver o Ricardo Confessori no novo Angra, mas não sei se sou tão fã do novo Angra. Odiei “Aurora Consurgens”, e pelo jeito que a coisa anda não sei se eles algum dia vão ter o fôlego de antigamente. Mas é como diz o Pink Floyd, “The Grass was greener…”

No momento estou preferindo esperar uma nova turnê, um novo disco etc. Estou esperando notícias sobre algum novo trabalho do Sonata Arctica, pois gostei muito do último deles, Unia. Ainda não comprei porque estou esperando aparecer o Digipack pra comprar em algum lugar. Não tenho ouvido tanto metal ultimamente. 

Aguardem notícias sobre minha nova banda. Já escolhemos o nome, e agora precisamos de material artístico.

Informação relevante sobre o título do post: “No Rest for the Wicked” é um álbum do Ozzy Osbourne.


%d blogueiros gostam disto: